Já publicamos aqui no blog diversos artigos sobre a transformação pela qual a região de Downtown Miami está passando. Nos últimos anos a região vem recebendo investimentos bilionários e despontando na cidade como uma das áreas mais promissoras para a compra de imóveis. O grande marco desta transformação foi o lançamento do Miami World Center, uma verdadeira cidade dentro da cidade, considerado como um dos maiores complexos mixed-use do mundo. E não são apenas imóveis comerciais que atraem os investidores. Famílias, millennials e baby boomers procuram a vidade urbana intensa de Downtown Miami, que já vem sendo chamada de “America’s City of the Future” e também “The New Manhattan”.

Veja abaixo 10 motivos por que Downtown Miami é um dos melhores bairros para investir em condomínios:

1 – Quer prever o futuro? Vamos olhar o passado

Miami possui escassez de área! A cidade está cercada a leste pelo Oceano Atlântico e a Oeste pelos Everglades. Uma análise rápida dos dados históricos demográficos da cidade mostra um gráfico crescente e consistente da população, principalmente nas áreas centrais. População crescente em uma região com escassez de área só pode resultar em um crescimento urbano vertical. Investir em condomínios de prédios nas áreas centrais de Miami é um sólido e seguro investimento. A análise histórica mostra que quem comprou imóveis em Miami com objetivos de longo prazo sempre ganhou.

2 – Economia Básica

Um mercado eficiente é aquele onde oferta e demanda permanecem em equilíbrio. Nos últimos anos este equilíbrio foi quebrado com a redução de ofertas por conta das construtoras. Com o advento da pandemia, as construtoras estão ainda mais conservadoras. A consequência foi a absorção pelo mercado do inventário existente. Estamos em um momento onde a demanda supera a oferta, com pressão sobre os preços. Comprar agora é realizar um investimento com alto potencial de valorização.

3 – Os dias da especulação se foram

Nos últimos ciclos imobiliários especulava-se muito, pois o crédito era abundante e o valor de entrada baixo. Miami então passou a adotar uma estrutura de depósito de 50% até a entrega das chaves, exigindo que a maioria do capital investido em um projeto fosse dos construtores e depósitos de compradores, e não de recursos emprestados. Além disso, mais de 80% de todos os novos condomínios em Miami as vendas de condomínios de Miami são todos dinheiro, circulando mais capital no mercado e reduzindo as chances de uma venda em massa de.

4 – Venda primeiro, construa depois!

Em muitas cidades, os empreendimentos ainda são especulativos. Nova York exige depósitos de 20% e Los Angeles exige apenas 3%.

Miami não só exige mínimo de 50% do valor em depósitos como também vem apresentando pré-vendas de 75% a 80% das unidades antes de construir.

5 – Valor cada vez maior

Miami é comparada consistentemente com o destino global entre os países, mas, como a cidade mágica continua a crescer em popularidade, seu mercado de condomínios de luxo ainda oferece o melhor valor, permitindo um tremendo upsite.

6 – Aluguéis crescentes

Aumentos de dois dígitos no aluguel obriga as pessoas a comprar em relação ao aluguel e também recompensa os investidores em condomínios com retornos anuais mais altos em comparação com investimentos mais arriscados. Com mais de 90% de ocupação, os condomínios Downtown são um investimento sólido, proporcionando ganhos estáveis ​​ao longo do tempo

7 – Nem todos os condomínios são criados da mesma forma

Para preencher seu estoque de moradias, Miami oferece uma variedade de produtos a preços variados, a fim de acomodar as diferenças populacionais. Apenas 7.500 unidades estão sendo adicionadas ao Downtown, uma pequena porcentagem do estoque geral de hoje e um número muito menor em comparação às 18.500 unidades adicionadas no ciclo anterior.

8 – Quando as luzes se apagam na cidade

Com US $ 11 bilhões em museus, artes, esportes profissionais e parques à beira-mar combinados com milhões de metros quadrados de novas residências, hotéis, escritórios e varejo, o Downtown Miami está investindo mais criando uma experiência urbana vibrante do que em qualquer outro lugar nos EUA.

Parte deste artigo foi traduzido e transcrito do vídeo abaixo, desenvolvido pelos construtores do Paramount Miami Worldcenter: