Se você pensa que drones transportando humanos em espaços aéreos de grandes metrópoles ainda é uma realidade distante, uma grande construtora em Miami pensa diferente.

Paramount Skyport transportará residentes em super drones

Dan Kodsi, CEO da Royal Palms Companies e construtor do complexo Paramount Miami World Center, em Downtown, está preparando a cobertura do recém entregue condomínio de luxo para incluir um pequeno ponto para aterrisagem de super-drones para o transporte de seus residentes. “Não é uma questão de se, mas quando”, disse Kodsi em uma entrevista ao jornal Miami Herald.

O projeto prevê um telhado totalmente envolto em vidro, que também servirá de plataforma de observação para quem quiser apreciar a maravilhosa vista do skyline Miami do alto dos 60 andares do edifício. Assim que este tipo de transporte for autorizado, em um futuro talvez mais próximo do que imaginamos, a plataforma será equipada com uma pequena pista de aterrissagem e um lobby “no céu” para recepcionar os passageiros.

Assista ao vídeo do projeto

NASA em fase avançada de projeto para tráfego aéreo não-tripulado

E para quem pensa que Kodsi está um pouco “adiantado”, a NASA já vem há tempos desenvolvendo o Sistema de Gerenciamento de Tráfego Aéreo Não-Tripulado (UTM). O objetivo é aproveitar as novas tecnologias para permitir que o espaço aéreo urbano seja utilizado para o transporte aéreo não tripulado, com segurança. O Uber, em colaboração com a NASA, está desenvolvendo o projeto Elevate. O projeto prevê a oferta de transporte aéreo compartilhado entre subúrbios e grandes centros e, posteriormente, dentro das cidades. O Elevate planeja lançar veículos de decolagem e pouso verticais, ou VTOL, em Los Angeles e Dallas nos próximos cinco anos.